Fisioterapia domiciliar para
Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica

Abaixo você encontra as principiais informações referente Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica

O que é?

A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é uma patologia que une características da bronquite crônica e do enfisema pulmonar, sendo o tabagismo o grande responsável pela maioria dos casos. Trata-se de uma doença crônica onde o principal sinal é a respiração difícil devido ao bloqueio ao fluxo de ar que acomete os pulmões dos indivíduos acometidos.

Mais Informações

Causas

O tabagismo é responsável por 85% dos casos de DPOC. A fumaça inalada com o passar do tempo causa inflamação nos brônquios e consequente presença constante de muco e tosse (bronquite crônica), e também, destruição dos alvéolos com aprisionamento de ar (enfisema). Entre outras causas para o desenvolvimento da DPOC estão os indivíduos que estiveram expostos a gases, substâncias tóxicas, poluição por períodos prolongados.

Sintomas

Os sintomas podem variar de acordo com a causa ou a doença pregressa, porém dentre os que merecem destaque estão:

  • Tosse e secreção/catarro frequente;
  • Cansaço e falta de ar;
  • Chiado no peito;
  • Pigarro logo pela manhã;
  • Lábios e unhas azulados/Cianose;
  • Desânimo e falta de energia;
  • Perda de peso em fases mais avançadas.

Tratamento Fisioterapêutico para Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica

A Fisioterapia Domiciliar para DPOC irá atuar de acordo com a fase da doença que o indivíduo se encontra. Depois de diagnosticada, é de importante relevância o acompanhamento fisioterapêutico precoce de forma a garantir melhor qualidade de vida e retardo da evolução dos sintomas da doença. O trabalho realizado com a Fisioterapia Respiratória Domiciliar tem como objetivo utilizar exercícios respiratórios visando à expansibilidade pulmonar, o fortalecimento e a reeducação da musculatura envolvida na respiração, promover a higiene brônquica facilitando a remoção de muco e secreções, além de associar exercícios de fortalecimento para todos os grandes grupos musculares de forma a promover uma melhora no padrão respiratório e a redução de episódios de cansaço e falta de ar para que o doente leve uma vida com mais qualidade e independência. Em fases mais avançadas, onde se é necessário o uso de oxigênio em casa, a monitorização frequente da oximetria e o uso correto de oxigênio também são funções do fisioterapeuta.

Mais Informações

Aviso Importante

As informações disponibilizadas nestas páginas tem objetivos apenas informativos, não devendo, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico e tratamento médico. Os autores não se responsabilizam legalmente pela má utilização das informações aqui contidas.

Diferenciaisda Equipe

  • Agendamento em no máximo 24hs;
  • Profissionais com experiência mínima de 5 anos e título de Pós Graduação;
  • Atendimento humanizado e comprometimento com resultados;
  • Fornecemos equipamentos modernos e todos os recursos sem custo adicional!

Entre emContato